Eurodeputados falam de conivência da Europa com espionagem norte-americana

11.11.2013 09:46

Em debate no Europa XXI, os eurodeputados portugueses comentaram ainda a ausência de medidas de proteção por parte da União Europeia.

O debate surge no seguimento do escândalo de espionagem internacional que envolve escutas dos serviços secretos americanos à chanceler alemã Angela Merkel.

O programa moderado pelo jornalista Fenando de Sousa, juntou à mesa Nuno Melo (CDS-PP), Carlos Coelho (PSD), Ana Gomes (PS), Marisa Matias (BE) e João Ferreira (PCP).

Aqui ficam algumas das frases do debate:

“É importante que se perceba que existe um historial de colaboração de países europeus nesta rede de espionagem à escala global.” 

João Ferreira, PCP

“Não tenho dúvida nenhuma que os serviços secretos portugueses trabalham para os americanos e aliás reconhecem que são eficazes a cumprir as ordens” 

 Ana Gomes, PS

“A Europa não só não aprendeu como também é conivente, como se prepara para continuar a negociar tudo com os EUA”

Marisa Matias, BE

“Os EUA acham que são os polícias do mundo e que têm - em nome do combate ao terrorismo e ao crime organizado, a capacidade de vigiar toda a gente”

Carlos Coelho, PSD

“Eu que sou um atlantista e dou aos EUA o benefício da dúvida”

Nuno Melo, CDS-PP

Debate emitido em 09-11-13

COMENTÁRIOS

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.