Troika limitou acesso dos portugueses a direitos básicos, conclui estudo

31.03.2015 11:59

A crise e as medidas de austeridade impostas em Portugal limitaram o acesso a direitos básicos como a educação ou a justiça. A conclusão é de um estudo divulgado pelo Parlamento Europeu que avança ainda que - no campo da saúde, não foram previstas as consequências dos cortes no bem-estar dos portugueses.

COMENTÁRIOS

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.