Portugal vai regressar ao mercado na próxima quarta-feira para emitir até 1.250 milhões de euros em dívida de curto prazo, divulgou hoje a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Em comunicado, o IGCP indica que vai realizar "dois leilões das linhas de Bilhetes do Tesouro com maturidades em 19 de maio de 2017 e 19 de janeiro de 2018", tratando-se, portanto, de emissões a três e a 11 meses.

O montante indicativo global que a instituição liderada por Cristina Casalinho pretende arrecadar com estes leilões está entre os 1.000 milhões de euros e os 1.250 milhões de euros.

A última emissão de Bilhetes do Tesouro a três meses aconteceu em outubro do ano passado, altura em que foram colocados no mercado 350 milhões de euros com uma taxa de juro média de -0,012%.Na mesma altura ocorreu também o último leilão de Bilhetes do Tesouro a 11 meses, tendo sido colocados 900 milhões de euros com uma taxa de juro de 0,006%.

Lusa


COMENTÁRIOS

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.